Hospital Zona Norte de Curitiba pode ser no Tarumã

O Governo do Estado está propondo a utilização de um terreno do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran), no bairro do Tarumã, para a construção do novo Hospital da Zona Norte de Curitiba. Os recursos para o início das obras já estão garantidos no orçamento estadual deste ano e agora uma comissão trabalha com os trâmites para viabilizar o projeto.

O terreno proposto tem 43.200 m² e fica em um local de fácil acesso, na Avenida Victor Ferreira do Amaral. O espaço abriga hoje o pátio de veículos do Detran, onde ficam as motos e automóveis apreendidos pelos fiscais de trânsito.

Para a construção do hospital é necessário que o terreno seja cedido pelo Governo do Estado à Prefeitura de Curitiba por meio de um processo de permuta. Em contrapartida, a administração municipal vai oferecer outro espaço para realocar o pátio do Detran e os demais serviços ofertados na unidade.

Nesta quarta-feira (15) a comissão que conduz o projeto do hospital se reuniu com representantes do Detran e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente para tratar sobre a permuta. A cessão do terreno é essencial para a elaboração do projeto arquitetônico do hospital.
Segundo o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, a implantação de um hospital público na região norte de Curitiba é uma reivindicação antiga da população e vai beneficiar moradores da capital e também dos municípios da região metropolitana.

“Já definimos que o hospital será referência para atendimento a casos de urgência e emergência, como acidentes de trânsito, por exemplo. Poderemos desafogar os prontos-socorros do Hospital Cajuru e Hospital do Trabalhador”, ressaltou o secretário.

O Governo do Estado vai investir R$ 30 milhões na construção do hospital, que também terá recursos dos governos federal e municipal. O valor representa quase metade do custo total da obra.

A unidade integrará a Rede Paraná Urgência e deve contar com 200 leitos, sendo 30 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O superintendente de Gestão de Sistemas de Saúde, Paulo Almeida, explica que o Estado também repassará recursos de custeio para auxiliar na manutenção dos serviços após a inauguração. “A intenção é incorporar o novo hospital ao programa HospSUS, que destina recursos de custeio e investimento para hospitais públicos e filantrópicos do Paraná”, afirmou.

A expectativa é que o projeto final do hospital seja finalizado ainda neste primeiro semestre. Em seguida será aberto edital de licitação para o início das obras.

 

fonte: Governo PR

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s